Pesquisar este blog

Carregando...

sexta-feira, 24 de abril de 2015

O MAL POR TRÁS DOS DESENHOS INFANTIS




Sempre fui muito criteriosa com aquilo que entra na mente dos meus filhos, pelo menos aqui dentro de casa. Sei que não terei controle em 100% do tempo e tenho total consciência de que essa porcentagem tende a diminuir, e é exatamente por saber disso que tenho trabalhado intensamente nesses primeiros anos, tempo este onde o caráter deles está sendo formado. Já está mais do que comprovado que tudo aquilo que entra em nossas mentes e ouvidos com certa frequencia acaba se tornando algo muito natural e familiar. Os especialistas chamam este processo de anestesiamento. Quer um exemplo? Exponha uma criança pequena a músicas obscenas e cenas de mulheres rebolando e expondo seus corpos que, em pouquíssimo tempo, ela estará repetindo o comportamento, e com a maior naturalidade! Outro exemplo? Deixe um garotinho exposto a desenhos e jogos violentos por um certo período que logo ele estará trazendo a violência da tela para a vida real. Não são teorias ou achismos, mas fatos comprovados.

Aqui em casa, por exemplo, procuro estar sempre de olhos e ouvidos atentos. Minha mais velha, de 8 anos, quando vai selecionar algum programa costuma me perguntar: "Mamãe, posso assistir o filme "x"? A classificação é livre!" Bem, ela já sabe que isso é um pré-requisito, mas mesmo assim fico de olho. Por várias vezes sentei para assistir com os meus filhos programas classificados como livres, mas que não deveriam ser permitidos nem para adultos! Uma guerra aberta contra a integridade do ser humano. Mentiras, trapaças, engano, maledicência, roubos... Pode até parecer engraçado e inofensivo, mas os olhos são a lâmpada do corpo. Consuma mentira e manipulação que em pouco tempo se tornará um mentiroso e manipulador sem que perceba, nos pequenos detalhes da vida. E pior, deixe seu filho exposto a esse tipo de cenas que o corpo dele refletirá o que seus pequenos olhos estão consumindo. 


A grande maioria dos desenhos expostos pelo SBT, Globo, Cartoon, Nickelodeon e Gloob, por exemplo, deveriam ser proibidos. Uma escola de autodestruição, a decadência da humanidade! Não tenho dúvida alguma que os autores desses programas usam drogas antes escreverem os episódios. Bob Esponja é um exemplo claro. Maconha? Imagina... É ácido mesmo! E o anestesiamento é tão grande que muitos pais são capazes de assistir programas como "Os Simpsons" e ainda dizer que não enxergam nada de errado... A mente cauterizou! E os desenhos da Barbie e Polly? Uma verdadeira escola de futilidade e superficialidade!


Ao expor seus filhos a esses programas está conscientemente ensinando-os desrespeitar, mentir, roubar, ridicularizar, enganar, denegrir e até a matar, atitudes essas que parecem muito engraçadas quando interpretadas por personagens de desenho animado, mas que transportadas para a vida real, retratam a degradação da humanidade, o caos em que se encontra a nossa sociedade.

E os pais? Estão ocupados demais.

Fazer o trabalho de filtro dá trabalho, leva tempo e é dificílimo andar na contramão, mas esse é o seu dever como pai e mãe. Somos chamados a essa responsabilidade! Seu filho é matéria-prima de ser humano. Que contribuição está entregando para a humanidade? A infância e adolescência acontecem apenas uma vez, a hora de investir é agora. Amanhã será tarde demais. Não terceirize a sua função, por mais que esteja ocupado, não exponha seu filho a desenhos, jogos e filmes sem antes analisar de forma criteriosa. Eles vão espernear? Muitas vezes sim, ainda mais se já estiverem acostumados, mas ainda é tempo e vale a pena. Não seja mais um a seguir o fluxo só porque todos seguem. Venha, me dê sua mão. Vamos na contramão, juntos somos mais fortes!


Dani Marques

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

VOLTA ÀS AULAS: LANCHEIRA SAUDÁVEL


Esses dias tive o privilégio de participar de um evento organizado pela equipe do Lancheira Saudável, uma turma de profissionais que está empenhada em alertar e inspirar crianças e adultos no que diz respeito a alimentação saudável. Foi um encontro educativo, com informações de fonte segura, dinâmicas, brincadeiras e degustação. Sensacional! Uma forma divertida de desvendar os vilões que estão escondidos atrás de embalagens coloridas e chamativas, inclusive aquelas tidas como saudáveis e naturais, com frases que enganam a qualquer desinformado (como eu): "Livre de gordura trans"; "É assado!", "Integral", "Natural" e etc. Mentiras deslavadas!

Uma das revelações que me deixou chocada foi a do pão integral que, ao contrário do que pensamos, não é a opção mais saudável entre os pães. Para ficar com aquela consistência molinha e saborosa, a indústria precisa caprichar nas gorduras ruins, que que aumentam o nosso colesterol. Dá pra acreditar?

E para nos ajudar a desmascarar os vilões da saúde, a equipe do Lancheira Saudável nos ofereceu uma tabelinha simples:

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

FILHOS FELIZES EM 10 PASSOS

10 – Brinque desde muito cedo

Uma criança precisa de pais que possam representar uma companhia divertida nas horas alegres. Por essa razão, os cientistas destacam o papel fundamental das brincadeiras na vida entre pais e filhos desde a tenra infância. Brincadeiras agregam criatividade e saúde psicológica aos pequenos.

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

3 MANDATOS FUNDAMENTAIS PARA EDUCAÇÃO DO SEU FILHO







1- Mandato da saúde
Os pais devem estar cientes e passar claramente para os seus filhos que cuidar da saúde é fundamental. Cara feia, chiliques ou brigas não serão aceitos quando o assunto for este. Nós, como pais educadores, não podemos permitir que nossos filhos não tomem vacinas, queiram apenas comer doces, se recusem a escovar os dentes ou passar protetor solar. Não permitiremos também que usem drogas, bebam bebidas alcoólicas antes dos 18 anos ou fora de hora, se alimentem de forma incorreta na vida adulta ou não pratiquem esportes. Se permitirmos, formos bonzinhos ou “moles” nestas questões, teremos falhado na nossa missão de pai e mãe educadores. Este mandato é inegociável. Você pode negociar a maneira de como serão feitas essas coisas, mas não o mandato. É muito importante ter em mente que os filhos aprendam a cuidar de si mesmos na idade adulta e é essa a função dos pais educadores.

2-Mandato da autonomia

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

40 DICAS PARA O SEU FILHO APRENDER A COMER BEM!



É possível sim ensinar a criança ter prazer em comer verduras, frutas e legumes. Todos os seres humanos estão predispostos a uma alimentação saudável. Tenho dois filhos, uma menina de 8 e um menino de 4 anos. Segui à risca os conselhos abaixo desde que os dois eram bebês, e hoje, comem praticamente de tudo, e com prazer! É preciso muita paciência, persistência e investimento de tempo, mas vale a pena. O hábito alimentar de um ser humano é formado na primeira infância, portanto, a hora de agir é agora!

A vida corrida, agitada e a falta de tempo cada vez mais empurram nossas famílias para o que é mais prático e rápido. Poucos investem tempo no preparo dos alimentos e durante as refeições. As mães cansadas cedem com facilidade as manhas de seus filhos. É por isso que o número de crianças com mau hábito alimentar, obesas e com problemas de saúde aumentam a cada dia que passa. A hora da refeição deve ser prazerosa e a criança deve aprender sobre os benefícios de cada alimento para seu organismo. É dever de todo pai e mãe ensinar isso à eles.

Aqui estão todas as informações necessárias para fazer seu filho aprender a comer bem. Lembre-se: não existem crianças que gostam de verduras e legumes e outras que não gostam. Isso é mito! O que existe são pais e mães que investem ou não na educação alimentar de seus filhos. Portanto, mãos à obra!

1 – Misturar alimentos não é bater tudo junto em uma pasta sem cor específica e nem gosto definido. É importante deixar a criança entrar em contato com sabores variados e aprender a diferenciá-los. Mesmo em uma sopa feita com vários legumes, escolha a cada vez um que será predominante, na cor e no sabor: cenoura, beterraba, mandioquinha etc.

2 – Nas sopas de legumes, o melhor é amassar os ingredientes com o garfo, sem passar pelo liquidificador ou pela peneira, para conservar as fibras dos alimentos. Um ótimo estímulo para mastigação!

3 – Acrescente legumes cortados ou ralados no omelete ou no recheio de panquecas. Eles também podem entrar em croquetes, almôndegas e hambúrgueres caseiros.

4 – Incremente a massa da panqueca com espinafre: bata no liquidificador 4 ovos, 500 ml de leite, 1 colher (sopa) de manteiga derretida e 1/3 de maço de espinafre cozido, espremido e picado; junte 200 g de farinha de trigo, bata até ficar homogêneo e frite em frigideira antiaderente. Não esconda da criança que a panqueca é de espinafre, ela tem o direito de saber. Afinal, é um grande benefício!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...